Informamos que usamos cookies, como acontece na maioria dos sites. click here.
 
 
 
Home   ›   Alimentar as aves em época de escassez de comida
Imprimir
Enviar a um amigo

Alimentar as aves em época de escassez de comida

Threats and hazards to migrating birds
Foto – Nigel Blake
Ao escolheres o tipo certo de comida na altura certa do ano podes ajudar as aves da tua região a sobreviver aos tempos mais duros, quando a comida é escassa no habitat. Desta forma as aves estarão mais saudáveis e preparadas para a nidificação na primavera. Esta prática é mais necessária nos países do norte da Europa, em que muitas regiões ficam cobertas de neve no outono e inverno, o que condiciona a procura de alimento pelas aves.
Existem muitas misturas de sementes para aves que podes colocar em comedouros/alimentadores ou deitar directamente no chão. Só deves utilizar misturas contendo nozes inteiras no inverno, para não correr o risco de as crias se engasgarem.
Pequenas sementes, como o milho miúdo, atraem aves como pardais, fríngilideos e rolas-turcas. Sementes grandes e cereais, tais como flocos de aveia crus e milho são populares entre muitas aves.
As sementes de girassol são um excelente alimento durante todo o ano. E destas, as sementes pretas têm maior quantidade de gordura que as sementes estreadas. As sementes de niger são pequenas, pretas e ricas em óleo. Estas sementes, as favoritas dos lugres e dos pintassilgos, requerem um comedouro especial para sementes.
Os amendoins são ricos em gordura e populares entre chapins, verdilhões, pardais, trepadeiras, pica-paus-malhados e lugres. Não alimentes as aves com amendoins salteados ou tostados, porque o sal pode matá-las. Os amendoins também podem ser ricos numa toxina natural que pode matar as aves, pelo que os deves assegurar-te da qualidade dos mesmos.
As bolas de gordura são um excelente alimento de inverno. Se as comprares já feitas, não te esqueças de retirar com cuidado o invólucro de nailon ou de plástico para não ferir as aves.
Podes fazer as tuas próprias bolas de gordura. Faz uma mistura de sementes, nozes, frutos secos, farelos de aveia, queijo e bolos. Junta-lhe banha de porco ou sebo derretidos, na proporção de 1 parte de gordura para 2 partes de mistura. Mistura tudo bem numa taça e distribui por copos de iogurte ou numa casca de coco. Não aproveites gordura já usada em frituras ou em assados: esta gordura é muito mole e pode sujar as penas das aves.
 
Torna mais fácil para as aves encontrar comida
Coloca maças e peras estragadas ou folhas caídas na base de árvores. Servem de alimento para tordos e melros.
Se tiveres espaço planta no teu jardim plantas que produzem bagas que as aves possam comer: azevinho, espinheiro-branco (ou pirleiteiro) ou arbustos como as piracantas.
Trepadeiras como a hera servem de habitat para pequenos insetos e aranhas, que são o alimento de aves pequenas.
Sementes de plantas selvagens com os cardos e as alcachofras podem atrair pintassilgos e verdilhões. Também podes semear flores silvestres para que as aves se possam alimentar das novas sementes.
Tornos, melros, piscos-de-peito-ruivo e ferreirinhas alimentam-se de minhocas e de outros pequenos animais no solo. Estas aves encontram o alimento mais facilmente se cortares a relva rente e deixares pequenas clareiras de terra nua.
As aves precisam de água para beber e se banhar. Colocar tacas com água é especialmente importante em tempo muito quente, ou durante o inverno quando a comida pode gelar. As tijelas de água devem ter uma borda inclinada e uma superfície rugosa para que as aves não tropecem nem se afoguem.
 
Limpeza dos alimentadores
Quando muitas aves são atraídas para uma pequena zona aumenta a probabilidade de doenças. Muitas doenças são transmitidas por excrementos: caso os excrementos se misturem com a comida ou a água, as aves podem ficar infestadas e adoecerem.
Threats and hazards to migrating birds
Comedouro/alimentador. Imagem do arquivo do RSPB online shop
Dicas para manter saudáveis as aves do teu jardim
Deves retirar sempre a comida velha ou com bolor, para que não sirva de fonte de germes que possam infetar e até matar as aves. Se a comida se estragar ou ficar com bolor com facilidade, coloca menos comida de cada vez.
É melhor distribuir a comida num tabuleiro próprio do que colocar a comida directamente no chão, porque o tabuleiro é mais fácil de limpar. Não deixes comida durante a noite, para não atrair ratos.
Limpa e lava regulamente os comedouros/alimentadores/alimentadores e os dispersores de comida (de preferência com uma solução desinfetante a 5%). Muda os dispersores de alimento para um local novo todos os meses.
As tijelas de água devem ser lavadas todos os dias, especialmente nos meses mais quentes. Não laves as tijelas em casa. Fá-lo no exterior, usando panos e escovas à parte. Usa luvas sempre que fores limpar os dispersores de comida e os comedouros/alimentadores/alimentadores, especialmente se tiveres de retirar uma ave ferida ou morta. Lava sempre as tuas mãos após terminares.

Spring Alive is supported by

HC Group